Xiaomi traz Mi Watch ao Brasil

A Xiaomi lançou nesta semana o Mi Watch no Brasil. O gadget, que foi lançado mundialmente em setembro, finalmente desembarca em terras brasileiras — oficialmente, diga-se de passagem. E esse desembarque, se por um lado traz alívio pela garantia oferecida pela fabricante e a certeza de assistência técnica oficial, por outro lado decepciona pelo preço tão distante daqueles valores convidativos outrora praticados pela chinesa Xiaomi.

Falando do dispositivo, o grande destaque vai para a ampla gama de atividades físicas disponíveis para monitoramento: 117. Sim, 117. Meu espírito gordinho nem saberia elencar mais do que 3 atividades possíveis para a minha capacidade muscular. Mas se você é o ‘cara’ do fitness lifestyle, definitivamente o Mi Watch vai ter a atividade que você pratica. Essa lista inclui, por exemplo: ioga, pulo de corda, corrida de rua, trekking, hiking, corrida em trilhas, elíptico, aparelho de remo, triatlo, entre outros, além dos tradicionais natação, ciclismo e caminhada.

117 modos de treino e bateria de 16 dias: os trunfos do Mi Watch. Foto: Divulgação/Xiaomi

Com uma tela AMOLED de 1,39 polegadas, o Mi Watch promete 16 dias livres da tomada que, através do seu carregamento magnético, deixa o dispositivo com 100% da bateria em até 2 horas.

Além destes destaques, o novo relógio inteligente da Xiaomi possui tudo o que se espera de um smartwatch que custa mais que um salário mínimo (sim, já voltamos neste triste tópico): sensores para os 117 tipos diferentes de atividades, e de batimentos cardíacos, sono e passos. Na série, sou mais inteligente que o seu smartphone, o Mi Watch também tem GPS, bússola geomagnética e detectores de elevação do ar e pressão. Ah, claro: é possível ver as horas e trocar a carinha do relógio também.

O Mi Watch está sendo vendido na loja oficial da Xiaomi pelo preço de 2 mil reais (preço em fevereiro de 2021), mas se você costuma comprar da China pode encontrá-lo por volta de 1,2 mil reais na conversão.

Rodrigo Freitas Escrito por:

seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *